LEIA MAIS@ 20/11/2019 - 16h40 | Pleno mantém pena a Hélio dos Anjos
LEIA MAIS@ 20/11/2019 - 15h33 | Pleno absolve Maurício Galiotte
LEIA MAIS@ 14/11/2019 - 18h00 | Pleno: Sessão no IV Congresso Brasileiro de Direito Desportivo
LEIA MAIS@ 14/11/2019 - 17h09 | Bota x Fla: clássico em pauta
LEIA MAIS@ 14/11/2019 - 16h11 | CRU X CAM: Clubes denunciados no STJD

Presidente do Santos denunciado por desrespeito
06/11/2019 15h21 | STJD

Divulgação / STJD
a A

A Quinta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol julgará o presidente do Santos, José Carlos Peres, por declarações desrespeitosas contra a arbitragem do Campeonato Brasileiro da Série A e Comissão de Arbitragem da CBF. O presidente será julgado nesta sexta, dia 8 de novembro, em sessão agendada para às 11h.

Inicialmente houve a tentativa de retratação do presidente do Santos em procedimento preliminar proposto pela Procuradoria da Justiça Desportiva, porém sem sucesso houve a denúncia.

Em entrevista realizada no dia 11 de outubro a Rádio Energia 97, o presidente do Santos, José Carlos Peres desrespeitou os árbitros atuantes no Campeonato Brasileiro e a Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol alegando favorecimento da arbitragem a equipe do Flamengo, restando o Santos prejudicado de forma intencional.

“Se depender do VAR, o Flamengo é campeão”.

O presidente completou: “Não falei que o Flamengo é culpado. Queria estar no lugar do Flamengo. É questão dos juízes... VAR veio para ajudar, mas é a mesma coisa de dar uma Porsche para quem não sabe dirigir. Vão falar que errada é a Porsche”, disse o mandatário.

Para a Procuradoria, José Carlos Peres extrapolou os limites da indignação e desrespeitou a arbitragem. De acordo com a Procuradoria, a atitude imprópria do denunciado ao realizar uma reclamação pela via inadequada, causa extremo abalo na estabilidade da competição.

Desta forma, o presidente do Santos foi denunciado por infração ao artigo 258, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD):

Artigo 258 – Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou a ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código:

Inciso II – desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões.

PENA: suspensão pelo prazo de 15 a 180 dias.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.