LEIA MAIS@ 07/12/2018 - 12h56 | Vasco, presidente e técnico punidos
LEIA MAIS@ 07/12/2018 - 10h06 | Pleno multa e bane Amadeu Rodrigues
LEIA MAIS@ 06/12/2018 - 12h37 | Palmeiras x Ceará: penas de Mattos e Lisca majoradas
LEIA MAIS@ 04/12/2018 - 21h18 | Pleno do STJD debate em Workshop do novo CBJD
LEIA MAIS@ 04/12/2018 - 14h05 | Processo de Amadeu Rodrigues é reagendado

Presidente desinterdita Moisés Lucarelli
10/01/2018 16h51 | STJD

Daniela Lameira
a A

O Presidente do STJD do Futebol, Ronaldo Botelho Piacente, desinterditou nesta terça, dia 10 de janeiro, o estádio Moisés Lucarelli. A liberação ocorreu após o STJD receber laudos e relatório do Departamento de Competições da CBF informando que a Ponte Preta realizou as devidas adequações na estrutura dos alambrados e que o local está apto para receber jogos de futebol. Palco de cenas de invasão de campo que encerrou a partida entre Ponte Preta e Vitória, válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017, o estádio estava interditado desde o dia 29 de novembro.

Entenda o caso:

Em denúncia da Procuradoria com pedido de liminar para interdição foi destacada a invasão de torcedores da Ponte que interromperam a partida contra o Vitória aos 38 minutos do segundo tempo. Sem dificuldades, torcedores romperam o alambrado que separa a arquibancada do campo, além de arrombarem e danificarem um portão de acesso ao campo colocando em risco a integridade de atletas, comissão, torcedores e profissionais que atuavam no Moisés Lucarelli. O fato foi narrado na súmula da partida pelo árbitro que informou ainda o confronto entre torcedores e polícia militar e o lançamento de um chinelo e um copo com líquido no campo.

Julgado no dia 4 de dezembro o clube foi punido com multa total de R$ 30 mil, 5 perdas de mando de campo com portões fechados e teve a interdição mantida em julgamento da Primeira Comissão Disciplinar. No Pleno, última instância, o clube de Campinas teve a pena modificada. Os Auditores reduziram a multa para R$ 20 mil, majoraram a perda de mando para seis jogos com portões fechados e o Moisés Lucarelli seguiu interditado até que o clube apresentasse os laudos que comprovassem as condições necessárias para o local receber partidas de futebol.

Nesta terça, dia 10, o STJD recebeu relatório da Diretoria de Competições da CBF informando ter sido realizada na última segunda, dia 9, uma inspeção no estádio para comprovar as condições de segurança do Moisés Lucarelli. Além disso, o Diretor de Competições, Manoel Flores, encaminhou Relatório de vistoria, Memorial básico de construção com ART do engenheiro responsável; Auto de vistoria do Corpo de Bombeiros e Alvará de uso. Após recebimento e análise dos documentos, o Presidente do STJD , Ronaldo Piacente, deferiu a liberação do estádio.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.