LEIA MAIS@ 06/08/2020 - 20h14 | Auditores do STJD participam de Workshop
LEIA MAIS@ 05/08/2020 - 18h05 | ENAJD realiza 1º Workshop da nova Procuradoria
LEIA MAIS@ 30/07/2020 - 15h46 | STJD: Conheça o novo Procurador-Geral, Ronaldo Botelho Piacente
LEIA MAIS@ 30/07/2020 - 14h30 | Corregedor Regional oficia TJD/PR e FPF
LEIA MAIS@ 29/07/2020 - 14h25 | STJD: Conheça o auditor Mauro Marcelo de Lima e Silva

Presidente defere conversão a Luxemburgo
14/02/2020 11h53 | STJD

Divulgação/ STJD
a A

O Presidente do STJD do Futebol, Paulo César Salomão Filho deferiu o pedido do Palmeiras para conversão da pena de dois jogos de suspensão ao técnico Vanderlei Luxemburgo por punição recebida no Campeonato Brasileiro 2019 quando comandava o Vasco da Gama. Em decisão proferida nesta quarta, dia 12 de fevereiro, o Palmeiras deverá efetuar o pagamento de R$ 50 mil para sete instituições escolhidas elo STJD, além de determinar que Luxemburgo compareça a uma das instituições beneficiadas.

Vanderlei Luxemburgo foi denunciado no STJD por ofender a arbitragem da partida entre Vasco e Chapecoense, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Em julgamento o treinador teve a conduta desclassificada para desrespeito previsto no artigo 258, inciso II do CBJD e acabou punido com dois jogos de suspensão.

Após o fim do campeonato o treinador fechou contrato como Palmeiras e o clube solicitou a conversão da pena em medida de interesse social, conforme previsto no artigo 171, parágrafo 1º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

O pedido foi deferido pelo presidente do STJD que determinou o valor de R$ 50 mil de doação para as seguintes instituições:

- R$ 5 mil – Centro de Reabilitação São Paulo Apostolo – CRESPA/GO

- R$ 5 mil  – Associação Comunitária Luz e Vida à Pessoa CÂNCER/CE

- R$ 10 mil  – Lar da criança Ninho de Paz/SP

- R$ 10 mil – Mamas do amor/ SP

- R$10 mil – AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente/SP

- R$5 mil - Hospital do Câncer de Barretos/SP

- R$5 mil reais) – Fundação Romão de Mattos Duarte, Orfanato Escola/RJ


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.