LEIA MAIS@ 21/02/2020 - 12h35 | Expediente STJD / Carnaval
LEIA MAIS@ 18/02/2020 - 17h41 | Luxemburgo cumpre conversão
LEIA MAIS@ 14/02/2020 - 18h01 | Presidente determina instauração de inquérito
LEIA MAIS@ 14/02/2020 - 14h34 | Presidente defere conversão a Gustavo Henrique
LEIA MAIS@ 14/02/2020 - 11h53 | Presidente defere conversão a Luxemburgo

Comissão absolve Egídio
29/01/2020 19h09 | STJD

Daniela Lameira / Site STJD
a A

Os Auditores da Terceira Comissão Disciplinar do STJD absolveram o lateral Egídio por conduta contrária à disciplina no Campeonato Brasileiro 2019 quando atuava pelo Cruzeiro. Em julgamento realizado nesta quarta, dia 29 de janeiro, o atleta que atualmente defende o Fluminense foi absolvido por unanimidade dos votos. A decisão cabe recurso.

No elenco do Cruzeiro na Série A 2019, Egídio foi expulso na partida contra o Grêmio por segurar o adversário. Enquadrado o artigo 258 do CBJD, o lateral respondeu por conduta contra à disciplina que prevê suspensão de uma a seis partidas.

Em julgamento o jogador foi defendido pelo Fluminense, seu clube atual. O advogado Lucas Maleval exibiu prova de vídeo com o lance que originou o segundo cartão amarelo e expulsão do jogador e, em seguida, sustentou o pedido de absolvição.

“O árbitro tem a possibilidade de expulsar o atleta, mas quando mostra o segundo amarelo significa que aquela jogada não teve gravidade. Nos últimos minutos o Egídio tomou um chapéu desconcertante e fez a falta. Não houve infração disciplinar no lance. A defesa pede a absolvição do atleta por se tratar de uma falta normal de jogo”, explicou.

O entendimento da defesa foi acompanhado pela relatora do processo, Auditora Alessandra Paiva que votou pela absolvição de Egídio. O voto da relatora foi acompanhado pelos demais Auditores presentes.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.