LEIA MAIS@ 26/06/2019 - 10h34 | STJD nega pedido de impugnação da Chape
LEIA MAIS@ 25/06/2019 - 20h07 | Democrata é absolvido em última instância
LEIA MAIS@ 25/06/2019 - 19h28 | Pleno julga prescrito processo do Villa
LEIA MAIS@ 25/06/2019 - 18h20 | Pleno mantém punição ao Bahia de Feira
LEIA MAIS@ 25/06/2019 - 12h18 | São Paulo absolvido e Arboleda advertido

Bruno Silva doará cestas básicas
11/04/2019 10h00 | STJD

Daniela Pinho
a A

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol homologou a Transação Disciplinar ao atleta Bruno Silva, do Fluminense. Em sessão realizada nesta quarta, dia 10 de abril, o advogado do clube aceitou a proposta feita pela Procuradoria da Justiça Desportiva. A Transação propõe manter as duas partidas de suspensão recebidas e aplicar uma multa de R$ 10 mil que será revertida em cestas básicas para uma instituição de caridade.

Bruno Silva foi denunciado por infração no Campeonato Carioca. No clássico com o Vasco pela Taça Guanabara, o volante cuspiu na direção da torcida adversária e acabou denunciado no TJD/RJ. Julgado no Tribunal estadual, Bruno foi punido com seis partidas de suspensão em primeira instância por infração ao artigo 243-B do CBJD. No Pleno estadual a pena caiu para dois jogos. O clube recorreu então ao STJD do Futebol.

Diante do pleno do STJD, o Procurador-geral Felipe Bevilacqua propôs a Transação Disciplinar. Antes de aceitar o advogado Carlos Portinho, do Fluminense, solicitou que a infração fosse desclassificada para conduta antidesportiva prevista no artigo 258 do CBJD. Em acordo foi mantida as duas partidas de suspensão, já cumpridas, porém alterado o artigo e aplicada multa de R$ 10 mil que será transformada em cestas básicas e entregue pelo atleta em uma instituição de caridade a ser indicada pelo STJD do Futebol.

A Transação Disciplinar foi homologada pelo relator do processo, Auditor Mauro Marcelo de Lima e Silva.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.