LEIA MAIS@ 23/10/2020 - 13h01 | Rafael Bastos suspenso e multado
LEIA MAIS@ 22/10/2020 - 12h32 | Atleta do Audax punida por agressão
LEIA MAIS@ 21/10/2020 - 14h56 | Presidente não recebe impugnação do Grêmio
LEIA MAIS@ 21/10/2020 - 11h20 | Terceira Comissão: sessão cancelada
LEIA MAIS@ 20/10/2020 - 20h33 | Presidente indefere pedido do São Paulo

Relator concede efeito suspensivo a Jô
18/09/2020 14h23 | STJD

Divulgação / STJD
a A

Punido com dois jogos de suspensão por ato hostil em partida do Campeonato Brasileiro, o atacante Jô obteve efeito suspensivo para atuar até o julgamento do recurso no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol.  O efeito suspensivo foi deferido na tarde desta sexta, dia 18 de setembro, pelo relator do processo no Pleno, auditor Sérgio Leal Martinez.

Confira abaixo trecho do despacho enviado ao Corinthians:

“A 1ª. Comissão Disciplinar do STJD, em decisão da sessão do dia 14 de setembro do corrente, por maioria, suspendeu o atleta recorrente por duas (2) partidas - uma das quais já cumprida – por infração ao art. 250, § 1º, inciso I.

Recorre o SC Corinthians, pelo seu atleta, mediante as razões contidas na peça de fls. 63 e seguintes, e requer a concessão do efeito suspensivo da decisão prolatada, forte no art. 147 A do CBDJ.

Todos sabemos que o efeito suspensivo do recurso causa um entrave no trânsito em julgado da decisão que está sendo contestada. Ele (o efeito suspensivo do recurso), suspende a execução da sentença até que o recurso interposto seja julgado.

O CBJD, em seu art. 147 A, afirma que o Relator do Processo Disciplinar poderá conceder o efeito suspensivo ao recurso voluntário desde que se convença da verossimilhança das alegações do recorrente, quando a simples devolução da matéria puder causar prejuízo irreparável ou de difícil reparação.

Para mim, estão presentes no caso, os requisitos para a concessão, desde logo, do efeito suspensivo ao recurso interposto.

Então, defiro o efeito suspensivo pleiteado”, justificou o relator.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.