LEIA MAIS@ 16/07/2019 - 19h01 | Procuradoria intima Figueirense por atrasos salariais
LEIA MAIS@ 15/07/2019 - 18h20 | Vasco ingressa com pedido de impugnação
LEIA MAIS@ 15/07/2019 - 14h21 | Aparecidense punida por arremesso e injúria
LEIA MAIS@ 12/07/2019 - 17h42 | Atlético/GO x Vila: Presidente defere torcida única
LEIA MAIS@ 12/07/2019 - 17h19 | Pleno: Sessão confirmada

Procuradoria denuncia Itair, Cruzeiro e Ceará
10/05/2019 18h30 | STJD

Divulgação STJD
a A

A presença do vice-presidente do Cruzeiro, Itair Machado no ônibus da equipe, vestiário e dependências na partida contra o Ceará, pela segunda rodada da Série A do Campeonato Brasileiro gerou denúncia ao dirigente no STJD do Futebol. Suspenso por 15 dias pelo TJD/MG, Itair não poderia exercer a função e, por descumprir decisão da Justiça Desportiva, o dirigente do Cruzeiro será julgado na próxima quarta, dia 15 de maio, pela Terceira Comissão Disciplinar. A sessão está agendada para às 13h30. 

Itair Machado foi denunciado e suspenso por 15 dias no TJD/MG por declarações contra a Federação Mineira de Futebol. A punição foi aplicada no dia 30 de abril, o vice-presidente deveria iniciar o cumprimento 24h após a decisão. Apesar disso, Itair acompanhou a delegação do Cruzeiro para a o jogo no Mineirão contra o Ceará e permaneceu no vestiário junto ao elenco. 

A presença do dirigente foi narrada na súmula pelo árbitro Wagner Reway: 

- “Antes do início da partida, foi notada a presença do vice-presidente de futebol da equipe do Cruzeiro E.C, o sr. Itair Machado nas dependências do vestiário de sua equipe apesar do mesmo estar suspenso, conforme decisão proferida no processo 14/2019 do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Mineira de Futebol. O mesmo saiu por um acesso lateral às 18h49 e, posteriormente, passou pela hall principal do estádio Mineirão, dirigindo-se ao setor onde ficam escadas e elevadores que dão acesso aos camarotes e cadeiras”. 

O artigo 133 do CBJD destaca que em caso de condenação com suspensão o cumprimento iniciará no primeiro dia após a proclamação da decisão, independente de ser dia útil ou não. 

“Art. 133. Proclamado o resultado do julgamento, a decisão produzirá efeitos imediatamente, independentemente de publicação ou da presença das partes ou de seus procuradores, desde que regularmente intimados para a sessão de julgamento, salvo na hipótese de decisão condenatória, cujos efeitos produzir-se-ão a partir do dia seguinte à proclamação”. 

O fato foi analisado e Itair Machado denunciado pela Procuradoria da Justiça Desportiva por infração ao artigo 223 do CBJD que pediu ainda a suspensão preventiva do dirigente. 

Art. 223. Deixar de cumprir ou retardar o cumprimento de decisão, resolução, transação disciplinar desportiva ou determinação da Justiça Desportiva. A pena prevista para a infração é de multa ente R$ 100 e R$ 100 mil.

O pedido de suspensão preventiva foi encaminhado para análise do Presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho. 

Clubes denunciados por atraso: 

A súmula relata ainda o atraso de cinco minutos no retorno das equipes do Cruzeiro e Ceará para o segundo tempo. O fato gerou um atraso de cinco minutos no reinício do jogo. A Procuradoria denunciou os clubes por infração ao artigo 206. A pena é de multa de até R$ 1 mil, por minuto.​


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.