LEIA MAIS@ 07/12/2018 - 12h56 | Vasco, presidente e técnico punidos
LEIA MAIS@ 07/12/2018 - 10h06 | Pleno multa e bane Amadeu Rodrigues
LEIA MAIS@ 06/12/2018 - 12h37 | Palmeiras x Ceará: penas de Mattos e Lisca majoradas
LEIA MAIS@ 04/12/2018 - 21h18 | Pleno do STJD debate em Workshop do novo CBJD
LEIA MAIS@ 04/12/2018 - 14h05 | Processo de Amadeu Rodrigues é reagendado

Presidente indefere conversão a Petros
26/12/2017 14h18 | STJD

Daniela Lameira
a A

O Presidente do STJD do Futebol, Ronaldo Botelho Piacente indeferiu nesta terça, dia 26 de dezembro, o pedido do São Paulo para converter a pena de quatro jogos do atleta Petros em medida de interesse social. No despacho Ronaldo destacou que a agressão física de Petros no adversário ficou evidente e converter a pena é incentivar a violência no esporte. 

Petros foi julgado e punido no último dia 21, pela Quinta Comissão Disciplinar. Denunciado por agredir com um soco na barriga um jogador do Bahia na última rodada da Série A, o volante foi punido com quatro jogos, pena mínima prevista no artigo 254-A. Proferida a decisão o advogado do São Paulo, Martinho Miranda, solicitou que constasse o pedido da defesa para conversão da pena em medida de interesse social.

Confira abaixo parte do comunicado enviado ao clube:

PROCESSO Nº 467/2017

PEDIDO DE CONVERSÃO DA PENA EM MEDIDA DE INTERESSE SOCIAL
REQUERENTE: PETROS MATHEUS DOS SANTOS ARAÚJO

Trata-se de evidente agressão física (soco) no adversário após o término da partida. No caso dos autos, converter a penalidade em medida de interesse social é incentivar a violência no esporte. Indefiro o pedido.

Intime-se

Rio de Janeiro, 23 de dezembro de 2017.

 

RONALDO BOTELHO PIACENTE

PRESIDENTE DO STJD


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.