LEIA MAIS@ 19/10/2018 - 15h38 | Atlético/PR multado por descumprir RGC
LEIA MAIS@ 19/10/2018 - 15h10 | Comissão absolve Flamengo e Bandeira
LEIA MAIS@ 19/10/2018 - 13h42 | Neilton, Rodrigo Carpegiani e dirigente punidos
LEIA MAIS@ 19/10/2018 - 11h44 | STJD notifica CBF dos inadimplentes
LEIA MAIS@ 16/10/2018 - 18h09 | Relator indefere reconsideração do Cruzeiro

Fla x Inter: Infrações denunciadas
14/05/2018 17h34 | STJD

Divulgação CBF
a A

A partida entre Flamengo e Internacional, pelo Campeonato Brasileiro da Série A, chegou ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol. Na próxima quinta, dia 17 de maio, a Quinta Comissão Disciplinar julgará as ocorrências na partida, em sessão agendada para às 11h15. Flamengo e Inter responderão por atraso, enquanto os atletas William Pottker e D’Alessandro, ambos do clube colorado, serão julgados por praticarem agressão física. Enquanto os clubes podem ser multados, os jogadores correm risco de suspensão por quatro a 12 jogos.

Na súmula da partida, realizada no último dia 6 de maio, no Maracanã, o árbitro informou o atraso de dois minutos no retorno do Flamengo e de três minutos do elenco do Inter para o segundo tempo.

Também na súmula o árbitro informou a expulsão de William Pottker.”Por desferir e atingir com uma cabeçada a cabeça de seu adversário” Vinícius Júnior, quando o jogo estava paralisado. Já D’Alessandro foi denunciado por imagens de vídeo.

Em denúncia da Procuradoria, os clubes foram enquadrados no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por “deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida” e podem ser multados em até R$ 1 mil, por minuto atrasado.

Pottker foi denunciado por praticar agressão física ao dar uma cabeçada em Vinicius Júnior. A Procuradoria destacou que imagens da transmissão da partida confirmam os fatos narrados pelo árbitro na súmula. O camisa 99 responderá ao artigo 254-A que prevê suspensão mínima de quatro jogos, podendo chegar até 12 partidas.

D’Alessandro não teve a conduta visualizada e narrada pelo árbitro, mas imagens dão conta do atleta agredindo o adversário Lucas Paquetá. Na denúncia a Procuradoria ressaltou a tentativa do jogador do Inter em provocar o adversário com esbarrões e agressões verbais e que tal fato poderia gerar um tumulto e violência. O camisa 10 também responderá ao artigo 254-A do CBJD e pode ser suspenso por quatro a 12 jogos.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.