LEIA MAIS@ 14/10/2019 - 19h40 | Fla entra com liminar para liberação de Reinier
LEIA MAIS@ 14/10/2019 - 14h50 | Flu: Atletas, Oswaldo, gerente, gandula e clube punidos
LEIA MAIS@ 11/10/2019 - 15h17 | Náutico multado por arremesso e invasão de campo
LEIA MAIS@ 11/10/2019 - 12h02 | Inter: Comissão adverte Bruno e suspende Guerrero e Melo
LEIA MAIS@ 10/10/2019 - 15h57 | Pleno pune Decisão/PE por descumprir regulamento

Comissão suspende e multa Itair Machado
19/06/2019 17h50 | STJD

Daniela Lameira / Site STJD
a A

A Terceira Comissão Disciplinar do STJD do Futebol concluiu na tarde desta quarta, dia 19 de junho, o julgamento do vice-presidente do Cruzeiro, Itair Machado, por descumprir a punição imposta pelo TJD/MG. Por maioria dos votos, os Auditores aplicaram suspensão por 90 dias e multa de R$ 10 mil a Itair. A decisão cabe recurso e pode chegar ao Pleno.

O vice-presidente do Cruzeiro foi denunciado pela Procuradoria do STJD após acompanhar a equipe mineira e permanecer no vestiário do Mineirão na partida contra o Ceará, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Itair estava suspenso por 15 dias pelo TJD/MG por declarações desrespeitosas contra a Federação Mineira de Futebol e não poderia atuar como dirigente.

Em pauta no dia 15 de maio, o julgamento foi suspenso até a decisão do Pleno quanto o recurso do TJD/MG. Com o recurso finalizado no Pleno no último dia 7 de junho, os Auditores determinaram que a Terceira Comissão julgasse o descumprimento.

 Diante da Comissão, o advogado do Cruzeiro, Douglas Daumerie Junior arguiu preliminar prejudicial que foi rejeitada por unanimidade dos votos dos Auditores. Após a sustentação do mérito, o presidente Sérgio Leal Martinez colheu os votos.

Relator do processo e primeiro a votar, o Auditor José Nascimento entendeu que Itair Machado descumpriu a decisão da Justiça Desportiva e aplicou suspensão de 90 dias e multa de R$ 10 mil ao dirigente por infração ao artigo 223 do CBJD.

Os Auditores Manuel Márcio Bezerra, Vanderson Maçullo e Gustavo Teixeira acompanharam a suspensão e multa aplicadas pelo relator. Já o Presidente Sérgio Martinez divergiu para apenas suspender Itair por 90 dias sem a aplicação de multa.


As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.